7_Visual_Kei CDJapan

domingo, 30 de janeiro de 2011

DIA DO QUADRINHO NACIONAL 2011

Hoje é o Dia do Quadrinho Nacional. A falta de tempo me impediu de criar algo específico para a data, mas separei algumas postagens pertinentes ao tema. Se ainda não viu, confira: 


Dia do Quadrinho Nacional (post de 2010):
http://nagado.blogspot.com/2010/01/dia-do-quadrinho-nacional.html 


Rumos do mangá nacional:
http://nagado.blogspot.com/2010/07/rumos-do-manga-nacional.html 


Divulgando HQ para não-iniciados:
http://nagado.blogspot.com/2010/08/divulgando-hq-para-nao-iniciados.html 

Eu apoio por um planeta mais limpo

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

THUNDERCATS - A MÚSICA DOS HERÓIS

Nova versão dos Thundercats a caminho.
Os Thundercats, os famosos heróis felinos da infância de muita gente, foram destaque nesta semana em sites de cultura pop com a divulgação do novo visual dos personagens, criado para a nova produção, a estrear nos EUA via Cartoon Network ainda em 2011. 

Criação do estúdio americano Rankin/ Bass, a série original teve 130 episódios entre 1985 e 1989. A animação ficou por conta da Pacific Animation Corporation, um grupo de estúdios japoneses, o que deu aos Thundercats uma agilidade visual típica dos animês. Com enredos simples e personagens cativantes, os homens-felinos marcaram uma geração e estava na hora de uma nova versão. A Warner Bros, detentora da marca, está investindo nos personagens e vamos ouvir falar muito deles ainda. 

Além das aventuras bacanas, outra coisa que fazia a garotada pirar era a música-tema da série. No YouTube, pode-se encontrar uma turbinada versão feita pela dupla The Rembrandts, a mesma que ficou famosa com a canção “I´ll be there for you”, o tema da série Friends. A composição do tema (e de toda a trilha) foi de Bernie Hoffer, que bolou a melodia quando ainda era criança. Os músicos de estúdio que participaram da gravação original não são creditados. Thundercats Theme é uma música empolgante para uma série idem. Trilha sonora made in USA mas com puro pique de animesong e por isso ganhou espaço aqui no blog. 

Então, pra entrar no clima, duas preciosidades musicais.



Thundercats Theme, com The Rembrandts



O compositor original, Bernie Hoffer.


Afiliados Cursos 24h




Cursos Online 24 Horas

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

NARUTO - Um estudo acadêmico sobre a sexualidade em mangás e animês

Estudos acadêmicos sobre quadrinhos, mangá e cultura pop têm se tornado cada vez mais comuns no Brasil. Frequentemente, pessoas pedem ajuda ou alguma informação específica, pois conheceram meu trabalho nas revistas Herói e Henshin, no site Omelete ou viram meu livro, o Almanaque da Cultura Pop Japonesa. Geralmente, a maioria consegue as respostas e nem agradece. Outros agradecem, ficam de mostrar o trabalho pronto e adeus. Poucos cumprem o prometido, como a Vivian Miwa Matsushita, de São Paulo (capital), que até mandou uma encadernação de seu TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Nessa categoria, está o Felipe Lima, lá de Fortaleza (CE), que acabou de ter aprovado seu TCC de jornalismo, o qual eu apoiei fornecendo algumas informações.

O tema do TCC é complexo: “Análise das mensagens de sexualidade no animê Naruto”, um estudo sobre como mensagens de teor sexual aparecem em mangás e animês, com foco maior no grande sucesso mundial que é Naruto. Confesso que não me interesso pela série, criação do quadrinhista Masashi Kishimoto que é sucesso mundial, tanto como mangá quanto em animê. Não faço parte do público-alvo e não consegui sentir empatia pela história. Li os primeiros volumes, emprestados de um amigo, e reconheço que é tecnicamente bem feito e possui grandes méritos na estrutura e concepção, mas não tem elementos que me atraiam. E tem adolescentes histéricos, coisa que não suporto nem na vida real, nem na ficção. Coisas de velho... 

O trabalho do Felipe pode ser lido e analisado por qualquer um, pois ele disponibilizou para download no 4shared. Ainda preciso ler com calma, visto que não acompanhei o processo de elaboração e redação do trabalho, somente passei algumas informações e não posso validar todos os dados apresentados e nem dizer que concordo ou discordo do material. Mas sei que ele fez um trabalho com todo o esforço e dedicação possíveis e o tema pode interessar a outros pesquisadores. Por isso, disponibilizo o link aqui no Sushi POP.

Se o assunto lhe interessa, leia, tire suas conclusões e comente aqui, pois tenho certeza que o Felipe ficará contente e aparecerá pra trocar uma ideia com quem se dispuser a tal. 


Clique aqui para baixar o trabalho completo (formato PDF)

Afiliados Cursos 24h



Cursos Online 24 Horas

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Kamen Rider - 40 anos!

Kamen Riders: 40 anos de ação.
2011 é um ano festivo para o mercado de super-heróis no Japão. Além dos 45 anos de Ultraman, que comentei na postagem anterior, há os 40 anos de seu maior concorrente, o Kamen Rider. Atualmente em exibição no Japão, a série Kamen Rider OOO (leia “Oozu”) mostra mais um herói da linhagem lutando contra ameaças à humanidade.

terça-feira, 4 de janeiro de 2011

ULTRAMAN - 45 ANOS



Neste ano, a saga da Família Ultra completa 45 anos de criação. No final de 2010, estreou no Japão o filme Ultraman Zero The Movie, que iniciou as comemorações pelo aniversário da mais longa série de super-heróis japoneses de tokusatsu.

Apesar da caprichada produção, o filme ficou apenas em décimo lugar nas bilheterias na primeira semana. Não vou discutir ou analisar isso, pois ainda não vi o filme e devo esperar pacientemente pelo seu lançamento em DVD. Mas chama a atenção que, apesar de Ultraman ser conhecido em todo o Japão e apesar das novas produções terem uma produção caprichada e ação de alto impacto, as novas gerações não têm se empolgado com seus filmes mais recentes. Tem havido muita renovação nos conceitos, formatos e valores de produção e talvez aí esteja o problema. Todas as recentes tentativas de se renovar a franquia resultaram em um retorno às origens, pelo baixo interesse do público quando as mudanças estruturais são muito grandes. 


A fase atual se passa no futuro, tem muitas influências de Star Wars e incorporou o conceito de universos paralelos para reunir diferentes linhagens de personagens, algo tirado diretamente dos quadrinhos da DC Comics. As referências ao passado continuam e o Universo Ultra tem ficado cada vez mais complexo e elaborado (e um tanto confuso às vezes). Em termos de ação e efeitos especiais, a evolução tem sido absurda, o que faz espantar ainda mais o relativamente baixo interesse que os filmes têm tido em seu país, apesar de Ultraman ainda ser um ícone pop forte e consagrado.


Talvez uma parte enorme do público japonês atual queira mesmo ver monstros emborrachados lutando em meio a maquetes de predios, nada que exija um grau maior de elaboração.


Independente disso, já foi anunciado pela Tsuburaya Pro um novo filme da saga, a ser lançado no final deste ano. Vamos ver se eles continuam o processo de renovação da marca ou se, novamente, irão retornar às origens.

Por enquanto, curta o clipe da música “Minna dai suki Ultraman” (“Todo mundo gosta do Ultraman”), do grupo Voyager. É o vídeo promocional oficial das comemorações dos 45 anos das séries Ultra. 


**********



Se você é um iniciante no assunto, indico um texto meu publicado no site Omelete sobre os Ultras. A matéria é de 2005, logo está bem desatualizada, mas serve como um ponto de partida para você se localizar. Depois, procure mais textos sobre o assunto aqui mesmo no blog.



Ultraman – Gigante pop

segunda-feira, 3 de janeiro de 2011

FELIZ 2011!

Olá. Primeiro, desejo a você um feliz 2011 e que este seja um bom ano para todos nós, ou ao menos melhor do que foi 2010. 

Aos poucos, estou retomando postagens no Twitter e neste blog.

Há duas linhas editoriais que norteiam o Sushi POP. Um é o foco na cultura pop japonesa, com ênfase em aspectos pouco trabalhados fora dos nichos específicos, que são o tokusatsu e a J-Music (no meu caso, especialmente J-pop e anime songs). O outro foco está na divulgação de meus trabalhos e atividades profissionais, mostrando desenhos, HQs e divulgando eventuais atividades públicas. Devo manter isso para 2011, mas não sei ainda se irei postar regularmente por falta de tempo. 

A audiência tem sido razoável, com centenas de leitores que retornam mais de uma vez por semana. O número de comentários é pequeno, mas há alguns que preferem mandar e-mail pra mim ao invés de postar no blog, estabelecendo uma comunicação mais direta e pessoal. 

De qualquer forma, tentarei manter o blog na medida do possível. Amanhã, uma nova postagem sobre um dos meus temas favoritos. Aliás, ultra-favoritos. ;-)

Até mais.